Pular para o conteúdo principal

Dia do Quadrinho Nacional vai ser comemorado em Belo Horizonte com oficinas para crianças e feira de quadrinhos


Belo Horizonte celebra o Dia do Quadrinho Nacional com oficinas e debates
Evento irá reunir autores e pesquisadores com vasta experiência no mercado de quadrinho

Neste sábado, dia 30, a partir das 9h, na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (Rua Carangola, 288, bairro Santo Antônio), o Dia do Quadrinho Nacional vai ter várias atividades na capital mineira. O evento, realizado em parceria com o Estúdio Black Ink, oferece uma série de atividades para o público, como oficinas, painéis e feira de quadrinhos com participação de autores nacionais. A entrada é gratuita.

O evento tem como objetivo aproximar quadrinistas e leitores. Os painéis buscarão ser um espaço de debate de temas relacionados ao universo dos quadrinhos nacionais, levando autores e especialistas a expor suas vivências e interagir com o público trocando experiências e retirando dúvidas. Foram convidados para compor as oficinas e painéis profissionais com vasta experiência no mercado de quadrinhos, como autores ou pesquisadores.

Para participar das oficinas, cada interessado deverá comparecer com uma hora de antecedência e fazer a inscrição no local para garantir sua vaga. No espaço da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil também será realizada a Feira de Quadrinhos e os quadrinistas da cidade irão expor seus trabalhos. Também haverá um espaço reservado para escambo de revistas em quadrinhos entre os interessados.

PROGRAMAÇÃO

OFICINAS

• 9h – Quadrinhos Para Crianças – Com Virgínia Froes. Para o público de 5 a 12 anos.

• 11h – Qualquer Um Pode Fazer Quadrinhos. Com Ryot e Gomba.

PAINÉIS

• 12h – Produção Independente de Mangá, com Osmar (Necro), Daniel Bretas (StarMind), Carina Cardoso (Estúdo Numem) e Valdo Alves (Riscos e Rabiscos). A mediação é de Hilton P Rocha.

• 13h – Publicando pela primeira vez, com Carol Macedo, Davi Maciel (Cabeça de Elisa), Katia Schittine e Fabiana Signorini (Senhoritas de Patins).

• 15h – Diversas Formas de Publicar Quadrinhos, com Rodney Buchemy, Bianca Reis (Anna Bolena), Vitor Caffagi e Evandro Alves. A mediação é de Ricardo Tokumoto.

• 16h – Produzindo Quadrinhos para o Exterior, com Eddy Barrows, Eduardo Pansica, Ig Guara e Adriano Augusto.

Mais informações para a imprensa pelo telefone 3277-4682 (Fundação Municipal de Cultura).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um encontro brincante com o grupo Serelepe

O espetáculo  "Brinquedorias"  apresenta brincadeiras que não são muito conhecidas por aqui e acolá. Elas foram escolhidas por serem curiosas, instigantes e divertidas. Além de suas belas melodias, elas nos provocam com suas movimentações pelo espaço e pelas possibilidades de ficarmos "inventando moda" com elas. Essas brincadeiras foram recolhidas no dia a dia de seus integrantes, por meio da memória da infância, da formação profissional e do encontro com brincantes desse Brasil e da América do Sul e são apresentadas de forma cênica musical, valorizando os aspectos sonoros e os movimentos como inspiradores para a performance. Realizado pela Lei Municipal com patrocínio do Mater Dei,  "Brinquedorias"  vai contar com uma dobradinha no mês de junho.  Dia 1º, às 16h, no Espaço Comum Luiz Estrela , e  dia 8, no mesmo horário, no Espaço Alberto Pierrot Lunar , em Belo Horizonte.  O acesso é gratuito. Formado por  Reginaldo Santos ,  Gabriel Murilo ,  Eugê

EU FAÇO MEU BRINQUEDO

LUGAR DE CRIAÇÃO, PROJETO DO  CCBB   EDUCATIVO , DESENVOLVE SÉRIE DE ATIVIDADES  PARA ESTREITAR O DIÁLOGO COM A ARTE, EM MAIO DIAS 25 E 26 TERÁ A OFICINA “EU FAÇO MEU BRINQUEDO” No projeto  Lugar de Criação , o  Programa  CCBB   Educativo  desenvolve uma programação especial que tem como objetivo a ocupação, convivência, criação e diálogo com a arte, para as crianças e suas famílias. Também é um espaço que recebe artistas e educadores residentes, juntando-se à equipe no desenvolvimento de propostas específicas, integrando adultos e crianças em processos de experiência com a arte. Nos dias  25 e 26 de maio , as oficinas do  Eu faço meu brinquedo  exploram aspectos da cultura maker  e da criação, para pensar o brincar e o brinquedo como prática coletiva. E nesta edição, o público vai desenhar com luz. Usando lanternas coloridas e uma câmera fotográfica, o objetivo é experimentar o desenho a partir de instruções que indicam movimentos do corpo. Ao fim da ação, o  Educativo  pro

31 de janeiro: Dia da Solidariedade - É de criança que se aprende a dividir, compartilha e doar brinquedos é uma ótima atividade para aprender brincando

No dia 31 de Janeiro celebra-se o Dia da Solidariedade e o livro Brinquedos de André Neves traz, de maneira lúdica, valores como consciência ambiental, reciclagem e, claro, solidariedade. BRINQUEDOS, VAMOS DOAR? Livro publicado pela Editora Mundo Mirim aborda os temas consumismo e reciclagem Dois brinquedos, um palhaço e uma boneca, conduzem o fio narrativo de Brinquedos. A obra é uma publicação da Editora Mundo Mirim, que coloca o leitor em contato com duas realidades diferentes. A menina recebe uma boneca de presente. O menino ganha um palhaço. Mas depois de muita diversão, os dois se cansam dos brinquedos, que ficam abandonados no canto da sala. Mas qual será o destino desses brinquedos? Será que eles vão ser jogados no lixo? Essa história sensível e solidária é contada apenas pelas imagens assinadas por André Neves, no formato de livro só-imagem. Esta obra, que já foi selecionada para diversos programas de leituras a nível federal e estadual, como PNBE e SME-SP