Pular para o conteúdo principal

Campanha de Popularização do Teatro e da Dança terá programação infantil no Pátio Savassi



A criançada já tem programação – e claro, diversão – garantida nas férias. O Pátio Savassi recebe, de 6 de janeiro a 6 de março, peças da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. As atrações contemplam os espetáculos “A Bruxinha que era Boa”, “Cachinhos de Ouro”, “Pinóquio”, “Zeropeia”, “Saltimbancos” e “Chapeuzinho Vermelho”.
“São peças lúdicas, que permeiam o imaginário de adultos e crianças, além de aguçar a magia e o gosto pelo teatro”, afirma a gerente de marketing do shopping, Rejane Duarte.
Os ingressos poderão ser adquiridos nos balcões de venda do SINPARC – Sindicato dos produtos de Artes Cênicas de Minas Gerais - ou no próprio shopping, que também terá um ponto de vendas no Piso L3. Os valores de cada peça poderão ser consultados na tabela do Sindicato.

Serviço:
Férias Pátio Savassi 2015
“A Bruxinha que era Boa” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 15h30
“Zeropeia” – 11, 12, 18, 19, 25, 26/01 – 15h30 e 17h30
“Saltimbancos” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 17h30
“Cachinhos de Ouro” – 16, 17, 23, 24, 30, 31/01 – 17h30
“Chapeuzinho Vermelho” – 20 e 27/02 e 05/03 – 15h30 e 17h30
“Pinóquio” – 21 e 28/02 e 06/03 – 15h30 e 17h30
Balcão de vendas: Piso L3, ao lado do Hotzone - segunda à sábado, de 14h às 19h, e domingos, de 14h às 18h.
Preço: sob consulta
Local: Anfiteatro do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 - Savassi)
Central de Informações: 4003-4172

SINOPSES
A bruxinha que era boa
O espetáculo retrata a história de um conjunto de bruxas que tem por dever a prática do mal. No entanto, entre elas, destaca-se uma, possuidora dos dons do bem. Surge então, dentro do contexto, a tentativa das demais bruxas, sob o comando do seu líder, de fazê-la aprender a praticar maldades, sob a pena de ser eternamente presa na torre de piche.

A Zeropeia
Dona Centopeia vive muito feliz na floresta com suas cem perninhas, até o dia em que é criticada por ser tão diferente dos outros bichos. A cada conselho que recebe, ela vai amarrando suas perninhas até ficar sem nenhuma... e se transformar numa ZEROPEIA.

Cachinhos de Ouro
O texto é uma história familiar e aconchegante, que conta a história de uma menina que tem desejo de conhecer a floresta, mas sua mãe não permite. A menina desobedece a mãe e, sozinha, vai para a floresta onde encontra a casa dos ursos e toma a sopa deles. Cansada, dorme e é surpreendida por eles.

Pinóquio
Para realizar o sonho de se transformar num menino de verdade, ele precisa provar que é valente, sincero e generoso. PINÓQUIO é um clássico para toda a família – um lindo conto sobre a importância de escolher trilhar o caminho do bem.   A montagem, dirigida por Luciano Luppi, traz linguagem cenográfica construída sobre os elementos que constituem a estrutura física de Pinóquio – madeira, corda e tecido. O elenco combina sua interpretação com jogos cênicos.

Saltimbancos
Descontentes com a vida no campo, um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha partem para a cidade para tentarem a carreira musical. Durante a jornada, muitas coisas acontecem. Até que os animais percebem que a cidade não parece ser o melhor lugar para viver.

Chapeuzinho Vermelho
Na adaptação criativa e cheia de surpresas, a menina de chapeuzinho vermelho vai visitar e levar doces para a avó. No caminho, encontra o Lobo Mau que tenta enganá-la, dizendo ser seu amigo. Chapeuzinho tenta ensinar ao Lobo noções de higiene e educação. Uma adaptação criativa e emocionante, com muitas surpresas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

13 de julho: 29 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). ONGs divulgam relatório sobre direitos das crianças no Brasil

Grupo Joining Forces faz levantamento inédito sobre direitos das crianças no Brasil Relatório, que será apresentado no dia 10, mostra retrocesso em direitos e dá voz às crianças de todo o Brasil; os dados serão comparados com o mundo Desde 2015 o Brasil passa por retrocessos nos direitos sociais das crianças e adolescentes, é o que mostra o relatório inédito “Child Rights Now – Análises da Situação dos Direitos da Criança”, feito pelo Grupo Joining Forces. O levantamento compara tópicos relacionados aos direitos das crianças e adolescentes à luz dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU para 2030, com dados desde 1990, quando o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) foi criado. Destaque também para a voz dos principais interessados no tema: crianças e adolescentes do Brasil inteiro se reuniram em grupos focais para dizer o que entendem sobre seus direitos e quais as soluções para garanti-los. No dia 10 de julho, em São Paulo, o grupo se reúne para deba…

Um encontro brincante com o grupo Serelepe

O espetáculo "Brinquedorias" apresenta brincadeiras que não são muito conhecidas por aqui e acolá. Elas foram escolhidas por serem curiosas, instigantes e divertidas. Além de suas belas melodias, elas nos provocam com suas movimentações pelo espaço e pelas possibilidades de ficarmos "inventando moda" com elas. Essas brincadeiras foram recolhidas no dia a dia de seus integrantes, por meio da memória da infância, da formação profissional e do encontro com brincantes desse Brasil e da América do Sul e são apresentadas de forma cênica musical, valorizando os aspectos sonoros e os movimentos como inspiradores para a performance. Realizado pela Lei Municipal com patrocínio do Mater Dei, "Brinquedorias" vai contar com uma dobradinha no mês de junho. Dia 1º, às 16h, no Espaço Comum Luiz Estrela, e dia 8, no mesmo horário, no Espaço Alberto Pierrot Lunar, em Belo Horizonte. O acesso é gratuito. Formado por Reginaldo SantosGabriel MuriloEugênio Tadeu, o Serelep…

31 de janeiro: Dia da Solidariedade - É de criança que se aprende a dividir, compartilha e doar brinquedos é uma ótima atividade para aprender brincando

No dia 31 de Janeiro celebra-se o Dia da Solidariedade e o livro Brinquedos de André Neves traz, de maneira lúdica, valores como consciência ambiental, reciclagem e, claro, solidariedade.

BRINQUEDOS, VAMOS DOAR?

Livro publicado pela Editora Mundo Mirim aborda os temas consumismo e reciclagem

Dois brinquedos, um palhaço e uma boneca, conduzem o fio narrativo de Brinquedos. A obra é uma publicação da Editora Mundo Mirim, que coloca o leitor em contato com duas realidades diferentes. A menina recebe uma boneca de presente. O menino ganha um palhaço. Mas depois de muita diversão, os dois se cansam dos brinquedos, que ficam abandonados no canto da sala. Mas qual será o destino desses brinquedos? Será que eles vão ser jogados no lixo?

Essa história sensível e solidária é contada apenas pelas imagens assinadas por André Neves, no formato de livro só-imagem. Esta obra, que já foi selecionada para diversos programas de leituras a nível federal e estadual, como PNBE e SME-SP, retrata s…