domingo, 12 de outubro de 2014

O projeto Criança Não é Brinquedo

Campanha de comunicação sobre direitos das crianças e adolescentes assegurados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e na Declaração Universal dos Direitos Humanos
Serão produzidos 12 vídeos que a serem veiculados na internet, em TVs públicas e educativas, centros culturais, cineclubes e escolas por um ano. Com uma linguagem direcionada a sociedade civil na intencionalidade de sensibilizar e mobilizar para discussões das políticas públicas e dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes.
Pretende-se informar para  combater o crescente antagonismo que a sociedade tem desenvolvido em relação ao ECA, associando os  problemas de segurança pública aos direitos já conquistados.
Ao final do projeto Criança não é Brinquedo pretende-se sensibilizar a população d a sociedade brasileira por  12 meses em relação aos direitos da infância e da adolescência, alcançando um público de pelo menos 12 mil  pessoas ao longo do projeto, pela veiculação em TV e internet. O resultado será medido pelo número de  exibições dos vídeos da campanha em visualizações na internet. Prevemos uma média de mil visualizações  por vídeo, podendo-se alcançar um público ainda maior.

Outros produtos a serem desenvolvidos pelo projeto como estratégias de divulgação:
* Hot Site Criança não é Brinquedo
Conteúdo: Agenda de direitos, leis e tratados internacionais sobre direitos da infância, vídeos, poemas,
fotos e jingles.Também será criada uma página no facebook para potencializar a divulgação
* Panfletos
Formato A5 com slogans relativos à criança voltados para adultos, crianças
Tiragem: 10 mil
Exemplos de slogans para os panfletos:
“Inclua a criança na sua agenda”
(Para distribuição para público em geral em seminários, manifestações, centros culturais, associações comunitárias, ONGs)
“Todo dia é dia de lutar pelo direito da criança”
(Para distribuição para público em geral em seminários, manifestações, centros culturais, associações comunitárias, ONGs)
“Criança: declare os seus direitos” (Para distribuição nas escolas)
“CRIANÇA NÃO É BRINQUEDO – não pode ser esquecida”
(Para distribuição para público em geral em seminários, manifestações, centros culturais, associações comunitárias, ONGs)
Efeitos esperados:
- Mudanças de curto prazo: por meio das campanhas se realizará uma maior promoção dos direitos da infância e da adolescência com a difusão;
- Em médio prazo se espera o fortalecimento de redes de proteção à infância e adolescência;
- A longo prazo espera-se que as próprias crianças e adolescentes se tornem protagonistas da luta pelos seus
direitos, com apoio dos pais e professores de forma a melhorar as estatísticas relativas à infância e
adolescência no Brasil a partir de realidades locais em um contexto nacional.
Realização: Instituto Imersão Latina
Apoio e mais informações:
(31) 8811-9469 (31) 3227-6869
brenda@imersaolatina.com
Brenda Marques Pena – Coordenadora do Projeto Criança não é brinquedo