quinta-feira, 2 de junho de 2016

Madalena´s - Parquinho e Biblioteca

Nós, fomentadores da cultura, precisamos compreender que temos a responsabilidade de fazer chegar, até os mais longínquos e isolados locais, a nossa produção, porque temos que ter responsabilidade social também. Esta em nossas mãos também, o desenvolvimento intelectual dos brasileiros.

Como sabem, nós do Jornal Sem Fronteiras, estamos apoiando, oficialmente, a luta árdua da ONG Madalena´s para a realização do projeto sociocultural“PARQUINHO E BIBLIOTECA PARA ESCOLA CARENTE”, idealizado pelas escritoras Isis Dias Vieira e Lúcia Amélia.

O Projeto em questão foi apresentado em março, em Blumenau, durante o Sarau Sem Fronteiras, e consiste na montagem de uma Biblioteca Infantil e na montagem de um Parquinho para uma escola carente no interior do Estado do Espírito Santo. Trata-se da Escola Jardim de Infância Menino Jesus (fotos), no Distrito de Vila Verde, Município de Pancas (ES) e que possui inúmeras necessidades básicas, entre elas, as do projeto em questão.






Para a montagem da Biblioteca, contamos com o maior número de doações de livros infantis possíveis. A Escolinha funciona com 130 alunos, distribuídos em 5 turmas de 26 alunos cada. Portanto, solicitamos o envio de doações livros (seus e de seus amigos) diretamente para a Escola, no endereço apresentado no folderabaixo. Isso será muito importante.



Mas não é só isso, precisamos de mais ajuda ainda.

Para a realização deste projeto, é preciso arrecadar uma verba para a compra do Parquinho. Com a venda das camisetas Madalena´s, tanto em Blumenau, quanto na Suíça, não foi arrecado o suficiente. É preciso arrecadar, pelo menos, mais 7 mil reais. Por isso, foi lançado o “Catalogo Artístico Mundo a Fora” - editado de forma bilíngue (português/inglês), pela Helvetia Edições e com a divulgação do Jornal Sem Fronteiras - onde escritores, artistas, músicos etc. poderão adquirir uma ou mais páginas para a apresentação de seu trabalho, em 7 países (Brasil, Suíça, Alemanha, Portugal, Angola, França e EUA).





Para que todos possam tomar conhecimento do regulamento, bem como conferir o modelo de uma página montada, convido-os a ver o regulamento em anexo. Mais informações devem ser obtidas pelo e-mail helvetiaedicoes@gmail.com com cópia para madalenas@hotmail.ch.

A participação de todos vocês é muito importante. Entendam que enquanto estarão divulgando seus trabalhos, vocês estarão também colaborando para uma causa muito nobre. Por isso, convido-os a juntarem-se nós.

Caso não possam participar do Catálogo, por questões financeiras, tenho certeza que cada um de vocês conhece alguém que possa. Então, comprometam-se com a causa, abordem diretamente um amigo e convide-o, efetivamente, a participar. Não se eximam desta oportunidade que bate à porta e convida-nos a exercermos nossa cidadania. Afinal, juntos, somos mais fortes!


Dyandreia Portugal
Jornalista Sem Fronteiras

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Projeto Reconstruir faz campanha de mobilização para construção da nova sede



Fiz parte do projeto Reconstruir na montagem de uma biblioteca comunitária e com oficinas de leitura, criação literária, poesia e histórias para as crianças e adolescentes, moradores do Morro das Pedras. Eles precisam de sua ajuda para a construção da nova sede do projeto e também com o apadrinhamento das crianças. Acompanhe, apoie, adote o projeto e uma criança, seja um voluntário! (Brenda Marques Pena - Presidente do Instituto Imersão Latina) Conheça: https://www.facebook.com/reconstruir

domingo, 31 de janeiro de 2016

31 de janeiro: Dia da Solidariedade - É de criança que se aprende a dividir, compartilha e doar brinquedos é uma ótima atividade para aprender brincando


No dia 31 de Janeiro celebra-se o Dia da Solidariedade e o livro Brinquedos de André Neves traz, de maneira lúdica, valores como consciência ambiental, reciclagem e, claro, solidariedade.

BRINQUEDOS, VAMOS DOAR?

Livro publicado pela Editora Mundo Mirim aborda os temas consumismo e reciclagem

Dois brinquedos, um palhaço e uma boneca, conduzem o fio narrativo de Brinquedos. A obra é uma publicação da Editora Mundo Mirim, que coloca o leitor em contato com duas realidades diferentes. A menina recebe uma boneca de presente. O menino ganha um palhaço. Mas depois de muita diversão, os dois se cansam dos brinquedos, que ficam abandonados no canto da sala. Mas qual será o destino desses brinquedos? Será que eles vão ser jogados no lixo?

Essa história sensível e solidária é contada apenas pelas imagens assinadas por André Neves, no formato de livro só-imagem. Esta obra, que já foi selecionada para diversos programas de leituras a nível federal e estadual, como PNBE e SME-SP, retrata situações do cotidiano, o que permite à criança encontrar nas ilustrações algum detalhe que irá despertar a atenção ou que estará mais perto da realidade que conhece. A obra aborda temas como a desigualdade social, reciclagem, solidariedade e consumismo.

Sobre a Editora: A Mundo Mirim é uma editora voltada ao público infantil e juvenil cujas publicações para crianças e adolescentes têm o intuito de estimular o prazer de ler, fazer um apelo à imaginação e trazer à tona as grandes ideias que uma boa leitura desperta. Além disso, como a infância é uma fase de constante aprendizado, alguns livros também permitem abordagens didático-pedagógicas, um diferencial que amplia as possibilidades de aproveitamento das obras. Sobre o autor: André Neves começou ilustrando para editoras do Nordeste, sua terra de origem. Depois veio para São Paulo e conquistou todo mundo. A maestria dos traços, a leveza das cores e o humor fino e delicado das imagens encantam crianças e adultos. André vem renovando as expectativas na área de imagens para livros infantis.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Dia do Quadrinho Nacional vai ser comemorado em Belo Horizonte com oficinas para crianças e feira de quadrinhos


Belo Horizonte celebra o Dia do Quadrinho Nacional com oficinas e debates
Evento irá reunir autores e pesquisadores com vasta experiência no mercado de quadrinho

Neste sábado, dia 30, a partir das 9h, na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (Rua Carangola, 288, bairro Santo Antônio), o Dia do Quadrinho Nacional vai ter várias atividades na capital mineira. O evento, realizado em parceria com o Estúdio Black Ink, oferece uma série de atividades para o público, como oficinas, painéis e feira de quadrinhos com participação de autores nacionais. A entrada é gratuita.

O evento tem como objetivo aproximar quadrinistas e leitores. Os painéis buscarão ser um espaço de debate de temas relacionados ao universo dos quadrinhos nacionais, levando autores e especialistas a expor suas vivências e interagir com o público trocando experiências e retirando dúvidas. Foram convidados para compor as oficinas e painéis profissionais com vasta experiência no mercado de quadrinhos, como autores ou pesquisadores.

Para participar das oficinas, cada interessado deverá comparecer com uma hora de antecedência e fazer a inscrição no local para garantir sua vaga. No espaço da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil também será realizada a Feira de Quadrinhos e os quadrinistas da cidade irão expor seus trabalhos. Também haverá um espaço reservado para escambo de revistas em quadrinhos entre os interessados.

PROGRAMAÇÃO

OFICINAS

• 9h – Quadrinhos Para Crianças – Com Virgínia Froes. Para o público de 5 a 12 anos.

• 11h – Qualquer Um Pode Fazer Quadrinhos. Com Ryot e Gomba.

PAINÉIS

• 12h – Produção Independente de Mangá, com Osmar (Necro), Daniel Bretas (StarMind), Carina Cardoso (Estúdo Numem) e Valdo Alves (Riscos e Rabiscos). A mediação é de Hilton P Rocha.

• 13h – Publicando pela primeira vez, com Carol Macedo, Davi Maciel (Cabeça de Elisa), Katia Schittine e Fabiana Signorini (Senhoritas de Patins).

• 15h – Diversas Formas de Publicar Quadrinhos, com Rodney Buchemy, Bianca Reis (Anna Bolena), Vitor Caffagi e Evandro Alves. A mediação é de Ricardo Tokumoto.

• 16h – Produzindo Quadrinhos para o Exterior, com Eddy Barrows, Eduardo Pansica, Ig Guara e Adriano Augusto.

Mais informações para a imprensa pelo telefone 3277-4682 (Fundação Municipal de Cultura).

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Ponto de memória Galpão das Artes estão com inscrições abertas até 30 de dezembro para oficinas de férias para crianças e adolescentes na cidade de Limoeiro em Permambuco


Resistindo à tentação de dormir até mais tarde, crianças e adolescentes acordam cedo durante as férias de janeiro para participar de dez oficinas no Centro de Criação Galpão das Artes, em Limoeiro, Pernambuco. As férias podem ser sem graça para quem fica em casa sem muita atividade.

Mas, desta vez, nada de livros ou professores em sala de aula. As atividades passam a ser recreativas. É claro que elas podem ser educativas também, mas agora o momento é de diversão. 

Para preencher o mês das férias de janeiro de crianças e adolescentes com atividades culturais, o Centro de Criação Galpão das Artes realizará entre os dias 11 a 22 de janeiro, que totalizam de 10 oficinas. 

As oficinas serão de teatro, expressão corporal, dança, jogos teatrais, mestre cuca, origami, escultura em máscara, pintura, literatura, além de contação de história, lançamento do livro O Menino Dos Olhos de Jabuticaba, da autora carpinense Joice Andrade e vernissage do limoeirense Evaldo Lemos com o acervo de sua pinacoteca entitulada As Brincadeiras De Rua . 

Possuindo diversas temáticas, as atividades do setor de Ação Educativa da instituição serão monitoradas por oficineiros das áreas da cultura e da pedagogia. O total do investimento equivale a taxa de R$ 100,00 e tem capacidade para 25 crianças em uma única turma de 8 às 12 horas. As inscrições estarão abertas somente até o dia 31 de dezembro. 
Informações pelo e-mail: fabionandre.limoeiro@hotmail.com

O Centro de Criação Galpão das Artes fica na rua Vigário Joaquim Pinto, 465, em Limoeiro, Pernambuco.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Campanha de Popularização do Teatro e da Dança terá programação infantil no Pátio Savassi



A criançada já tem programação – e claro, diversão – garantida nas férias. O Pátio Savassi recebe, de 6 de janeiro a 6 de março, peças da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. As atrações contemplam os espetáculos “A Bruxinha que era Boa”, “Cachinhos de Ouro”, “Pinóquio”, “Zeropeia”, “Saltimbancos” e “Chapeuzinho Vermelho”.
“São peças lúdicas, que permeiam o imaginário de adultos e crianças, além de aguçar a magia e o gosto pelo teatro”, afirma a gerente de marketing do shopping, Rejane Duarte.
Os ingressos poderão ser adquiridos nos balcões de venda do SINPARC – Sindicato dos produtos de Artes Cênicas de Minas Gerais - ou no próprio shopping, que também terá um ponto de vendas no Piso L3. Os valores de cada peça poderão ser consultados na tabela do Sindicato.

Serviço:
Férias Pátio Savassi 2015
“A Bruxinha que era Boa” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 15h30
“Zeropeia” – 11, 12, 18, 19, 25, 26/01 – 15h30 e 17h30
“Saltimbancos” – 7, 8, 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27, 28, 29/01 – 17h30
“Cachinhos de Ouro” – 16, 17, 23, 24, 30, 31/01 – 17h30
“Chapeuzinho Vermelho” – 20 e 27/02 e 05/03 – 15h30 e 17h30
“Pinóquio” – 21 e 28/02 e 06/03 – 15h30 e 17h30
Balcão de vendas: Piso L3, ao lado do Hotzone - segunda à sábado, de 14h às 19h, e domingos, de 14h às 18h.
Preço: sob consulta
Local: Anfiteatro do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 - Savassi)
Central de Informações: 4003-4172

SINOPSES
A bruxinha que era boa
O espetáculo retrata a história de um conjunto de bruxas que tem por dever a prática do mal. No entanto, entre elas, destaca-se uma, possuidora dos dons do bem. Surge então, dentro do contexto, a tentativa das demais bruxas, sob o comando do seu líder, de fazê-la aprender a praticar maldades, sob a pena de ser eternamente presa na torre de piche.

A Zeropeia
Dona Centopeia vive muito feliz na floresta com suas cem perninhas, até o dia em que é criticada por ser tão diferente dos outros bichos. A cada conselho que recebe, ela vai amarrando suas perninhas até ficar sem nenhuma... e se transformar numa ZEROPEIA.

Cachinhos de Ouro
O texto é uma história familiar e aconchegante, que conta a história de uma menina que tem desejo de conhecer a floresta, mas sua mãe não permite. A menina desobedece a mãe e, sozinha, vai para a floresta onde encontra a casa dos ursos e toma a sopa deles. Cansada, dorme e é surpreendida por eles.

Pinóquio
Para realizar o sonho de se transformar num menino de verdade, ele precisa provar que é valente, sincero e generoso. PINÓQUIO é um clássico para toda a família – um lindo conto sobre a importância de escolher trilhar o caminho do bem.   A montagem, dirigida por Luciano Luppi, traz linguagem cenográfica construída sobre os elementos que constituem a estrutura física de Pinóquio – madeira, corda e tecido. O elenco combina sua interpretação com jogos cênicos.

Saltimbancos
Descontentes com a vida no campo, um jumento, um cachorro, uma gata e uma galinha partem para a cidade para tentarem a carreira musical. Durante a jornada, muitas coisas acontecem. Até que os animais percebem que a cidade não parece ser o melhor lugar para viver.

Chapeuzinho Vermelho
Na adaptação criativa e cheia de surpresas, a menina de chapeuzinho vermelho vai visitar e levar doces para a avó. No caminho, encontra o Lobo Mau que tenta enganá-la, dizendo ser seu amigo. Chapeuzinho tenta ensinar ao Lobo noções de higiene e educação. Uma adaptação criativa e emocionante, com muitas surpresas.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Rá, Ré, Ri, Ró, Rua!


O último Rá Ré Ri Ró Rua do Ano será nesta quarta-feira, 23, na Praça da Glória, no Bairro Eldorado, Contagem.


Programação GRATUITA:
18:00 AS 19:00_ Brincadeiras de rua
19:00 as 19:30_ Historinha
19:30 as 20:00_ Oficina

A praça está linda e iluminada, um clima perfeito para um super esconde-esconde e um belo lanche coletivo á luz de Natal!



O Pequeno Pajé_Desenvolvimento e Convivência Infanto Juvenil